Plano de Marketing: como estruturar

Plano de Marketing
Plano de Marketing
Plano de Marketing
  1. Entendendo o Marketing Digital
  2. Benefícios do Marketing Digital
  3. Estratégias de Marketing Digital
  4. Plano de Marketing: como estruturar

No plano de marketing você precisa prever os possíveis cenários e documentar um roadmap de ações por isso precisamos usar todas as fontes de informações possíveis!

Dessa forma, se você deseja aumentar as vendas, um objetivo de marketing pode ser aumentar a quantidade de leads qualificados.

Sendo assim, ao utilizar suas personas, recursos e cenário em que seu negócio se encontra, é possível desenvolver um plano de marketing para alcançar esse objetivo!

Então, está pronto (a) para aprender a unir todos esses elementos? Vamos lá!

Defina seus objetivos

É recomendável que você crie mapas mentais dos seus objetivos, isso é importante, porque em alguns casos, objetivos maiores dependem dos cumprimentos de várias mentas menores. Isso é o que chamamos de objetivos primários e secundários.

Lembre-se de estabelecer prazos, por isso é importante que o seu plano de marketing contemple objetivos de curto, médio e longo prazo.

Errar nos objetivos pode comprometer todo o seu plano de marketing, por isso existe uma frameworks bem conhecida chamada de SMART.

S.M.A.R.T

SMART é uma sigla em inglês para as características essenciais de um objetivo de marketing, por isso, para esse objetivo ser relevante ele precisa ser:

  • Specific ou Especifico: Dessa forma, toda a sua equipe deve ter um claro entendimento do que seja.
  • Mensurable ou Mensurável: Você precisa poder medir suas metas e assim determinar os resultados.
  • Actionable ou atingível: Suas metas precisam ser de acordo com a sua realidade, pois, objetivos fáceis leva ao desperdício e os difíceis a desmotivação.
  • Relevant ou Relevante: Ou seja, só estabeleça metas cruciais ao seu negócio.
  • Time-bound ou Temporal: Estabeleça um prazo para que suas metas sejam alcançadas, seja ele mensal, trimestral ou anual.

Crie Indicadores-chave de Performance (KPIs)

Existe uma quantidade gigantesca de informações, por isso olhar para os indicadores certos é vital para o seu plano de marketing. Pois, eles mostram se você está fazendo certo ou se pode melhorar.

KPIs são números absolutos ou percentuais, bem como, podem ser medidos, analisados e têm importância direta para o seu negócio.

KPIs são indicadores de qualquer natureza, desde que sejam mensuráveis e relevantes. Por exemplo, as métricas de marketing, podem ser indicadores-chave.

Já uma meta ligada a geração de trafego, um indicador válido seria a quantidade mínima de visitas no seu site, por exemplo!

[the_ad id=”1860″]

Persona Detalhada

A Persona é a representação do seu cliente ideal, então, quanto mais detalhado ele for, mais fácil vai ser encontrar o caminho!

Pesquise na sua base de leads, usuários das redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter e etc.…), na internet, dessa forma, expanda as suas personas!

Saia do minimalismo e comece a explorar tópicos extras, assim também além de conhecer os problemas e como resolver, procure saber mais sobre sua persona.

Bem como quais livros ela ler, quem as influencia, eventos e locais favoritos, musicas, filmes, apps entre outros.

Dessa forma, saber detalhes da sua persona sempre resultará na identificação de mais e melhores oportunidades.

Métricas de Marketing

Para alcançar o sucesso você precisa definir parâmetros de mensuração, pois, dessa forma você evita tomar decisões ruins por falta de conhecimento.

Algumas formas de começar a observar as métricas são obtendo informações do seu blog ou site, bem como:

  • Visitantes únicos: Ou seja, quantos usuários acessam a sua página?
  • Sessões: Quais páginas são visualizadas bem como, quais cliques são dados pelos usuários em determinados períodos?
  • Trafego orgânico e pago: As pessoas estão encontrando seu site através de pesquisas orgânicas ou links patrocinados?
  • Taxa de Rejeição: É a porcentagem de usuários que realizam apenas uma visita ao seu site ou blog.
  • Taxa de Conversão: É o resultado entre o número de visitas e conversões realizadas.
  • Links Externos: É a quantidade de links vindo de outros domínios que direcionam para o seu site ou blog.

Além dessas, existem inúmeras métricas que você pode escolher, aliás, conhecer quais métricas são melhores para você deve fazer parte do seu plano de marketing.

Vamos conhecer um pouco mais?

Retorno Sobre Investimento (ROI)

Como já virmos nessa série de publicações, o ROI representa a comparação do crescimento das suas vendas bem como o quanto você investiu.

Dessa forma, a fórmula do ROI é:
ROI = retorno – custo de investimento / custo de investimento

Sendo assim, se você tiver investido R$ 100 mil durante 1 ano em uma campanha de marketing.

Dessa forma a sua estratégia foi responsável por 120 vendas com uma receita média de R$ 5.000,00, resultando um ROI de 5 ou 500%.

Dessa forma, para cada R$ 1,00 investido, foram retornados R$ 5,00 em forma de lucro, ou seja, um ótimo resultado.

Custos de Aquisição de Clientes (CAC)

CAC está relacionado ao número de clientes bem como o valor gasto com marketing digital. Dessa forma você tem como saber qual é o valor investido para atrair um novo cliente!

Afinal, para calcular o CAC você precisa dividir os seus custos destinados à aquisição de clientes pelo número de novos clientes no período.

Dessa forma, se uma empresa investiu R$ 100 mil em marketing em um ano e adquiriu 100 novos clientes, seu CAC é de R$ 1.000,00.

Receita Mensal Recorrente (MRR)

A MRR é uma forma de prever a receita gerada. Essa métrica é bem comum em negócios que envolvem assinaturas, pois elas pressupõem pagamentos periódicos.

Além de facilitar a análise da performance, assim também essa medida é usada para saber quando o seu produto tem uma variedade de preço.

Sendo assim, se um cliente adquire um serviço de R$ 1200,00 durante um ano, dividido em 12 parcelas, então o MRR gerado é de R$ 100,00. Some com os demais clientes e você saberá o MRR da sua empresa.

Dessa forma, você consegue visualizar os padrões em que sua empresa cresce em termo de receita.

[the_ad id=”1858″]

Custo Por Aquisição

Diferente do CAC, o CPA é uma comparação que pode variar. Essa aquisição é definida pelo dono do negócio. Pode ser um novo contato, lead ou lead qualificado.

Essa métrica é bem como em campanhas de geração de leads, ou seja, são seus gastos e os contatos adquiridos em um determinado período.

Então compare o seu CPA com a sua receita gerada pela aquisição. Dessa forma, se o CPA for menor que o RPA, significa que sua estratégia está dando certo!

Custo Por Lead (CPL)

Essa métrica demostra o valor gasto para gerar um novo lead. Ela é bem parecida com o CPA, no entanto, ela é aplicável a somente um contato.

Gerar leads é uma prática muito recorrente em estratégias de marketing digital, assim também pela a sua importância.

Quanto maior for o número de leads, maiores serão as oportunidades, por isso, precisamos medi-los!

Taxa de Retenção e Churn

Eu não preciso nem falar em como a perca de clientes é prejudicial para um negócio, por isso, é importante olhar para quantos deles estão indo embora em qualquer período.

Para calcular a retenção é preciso saber o número total de clientes no começo e final de um determinado período, mas o número de novos clientes.

Taxa de retenção = ((Clientes no fim do período – novos clientes) / clientes no começo do período) * 100.

A taxa de retenção é sempre igual a 1 – taxa de desistência (churns). Logo assim, esses números representam a mesma coisa sob perspectivas diferentes.

Por exemplo: se você começa um mês com 120 clientes e o encerra com 130. Sendo assim, você conquistou 20 novos clientes e teve 10 cancelamentos. O resultado serão 10 clientes extras.

Isso significa uma taxa de retenção de 91,67% dos seus clientes, ou uma taxa de desistência de 8.33%.

Tráfego Por Canal

Dessa forma existem vários canais de aquisição que a sua estratégia de marketing pode utilizar. Muitos deles estão disponíveis, bem como possuem um volume de público consolidado.

De buscadores a redes sociais, links patrocinados e etc. Cada canal tem participação na qualidade de cada visita em seu domínio, assim também no número das vendas geradas.

Dessa forma, é importante analisar o quanto cada um dos seus canais converte para entender como estão os seus resultados.

Novas Sessões

Primeiramente sessões são calculadas pelo engajamento de um usuário em um intervalo de 30 minutos. Portanto, se um usuário visita seu site 3 vezes em menos de 30 minutos, isso resultara em apenas uma sessão.

Dessa forma, se esse mesmo usuário visitar seu site 3 vezes é um intervalo de 40 minutos cada, isso resultara em 3 sessões. Pois, quando o seu conteúdo tem valor, usuários novos e recorrente irão visita-lo.

Já que você chegou até aqui, você demostrou ter um grande interesse em aprender a aplicar um plano de marketing eficaz, quer aprender mais? Participe da minha Super Friends!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *